Saltar para o conteúdo principal
A carregar Eventos

Homenagem a Michel Piccoli

Na Cinemateca Portuguesa
  Evento passado
De 15 Julho (22:00) a 29 Julho 2020 (22:00)

Agradecemos à Cinemateca Portuguesa por estas belas palavras sobre o nosso grande ator francês que desapareceu a 12 de maio 2020:

“Michel Piccoli, um ator gigante, poderoso e versátil do cinema europeu, que, em fase já adiantada do seu percurso, entrou por quatro vezes na obra de Manoel de Oliveira. Recordamo-lo num destes quatro filmes (JE RENTRE À LA MAISON, porventura o mais maravilhoso e pessoal gesto de cumplicidade entre o ator e o realizador, ambos capazes de uma liberdade que para muitos seria inaudita nesta etapa das suas obras), e num filme aqui menos visto de um realizador que, pesem embora os seus desequilíbrios, nem sempre terá sido olhado com a merecida atenção: MILOU EN MAI, de Louis Malle.”

 

  • JE RENTRE À LA MAISON (Vou Para Casa) de Manoel de Oliveira

    Quarta-feira, 15 de julho às 22h00

com Michel Piccoli, Antoine Chappey, Leonor Baldaque, Leonor Silveira, Catherine Deneuve, John Malkovich, Portugal, França, 2001 – 89 min / legendado em português | M/12

Em Paris, um grande ator de teatro é surpreendido pela notícia da morte da mulher e filha num acidente de automóvel. O tempo passa, ele (Piccoli) divide o tempo entre o neto pequeno e o teatro, mas a sua vida muda radicalmente. O detonador da mudança é a proposta de um papel de protagonista num telefilme que considera desprezível, a que se segue um filme americano que adapta uma versão do Ulisses de Joyce. É a meio desta rodagem que o actor decide calmamente: “Vou para casa.”

 

  • MILOU EN MAI (Os Malucos de Maio) de Louis Malle

    Quarta-feira, 29 de julho às 22h00

com Miou-Miou, Michel Piccoli, Michel Duchaussoy, França/Itália, 1990 – 107 min / legendado em português | M/12

O Maio deste filme de Louis Malle é o de 1968. O ambiente é o campo do sul de França. O meio o da burguesia: uma velha senhora morre. A família junta-se para discutir a herança enquanto, em Paris, a revolução começa.

Cinema Francês